domingo, 15 de junho de 2008

sobre o que me faz ser melhor.

Não é como acordar pela manhã com aquele solzinho fraco batendo no rosto, não é como uma mesa de café da manhã cheia de coisas gostosas pra comer, não é como um banho demorado pra acordar pro dia, não é como escolher a melhor roupa, se olhar no espelho e se achar a mais bonita, não é como pegar o elevador com aquela pequena menininha indo pra escola de manhãzinha e ela sorrir pra você, com tanta sinceridade que até parece que você é conhecida dela mesmo.
Não é como andar pela sombra na calçada quando está aquele sol escaldante no céu, não é como chegar em casa e sentir aquele cheirinho de almoço gostoso já na porta, não é como sentar a mesa com minha mãe e conversar sobre coisas felizes, coisas boas, não é como poder dar aquela dormidinha depois do almoço e acordar dali uma hora sendo quase que uma nova pessoa.
Não é como tomar um chá da tarde vendo tv, ou ficar no msn conversando com meus amigos mais queridos por horas e ouvindo as minhas músicas preferidas.
Não é como jantar vendo a novela das nove, depois dormir com um cobertor quentinho numa cama bem grande.

É bem melhor que tudo isso.
É como se nada pudesse dar errado.

Mesmo que o dia amanheça chovendo e ventando, mesmo que eu abra a geladeira e não encontre nada pra comer no café, mesmo que o chuveiro queime enquanto eu estiver tomando banho, mesmo que eu não ache uma roupa decente no armário, mesmo que eu pegue o elevador com aquela vizinha chata.
Mesmo que não tenha sombra na rua e o sol esteja queimando como nunca, mesmo se eu tiver que inventar qualquer coisa besta pra almoçar, sozinha, mesmo que eu tenha que me manter acordada a tarde toda mesmo morrendo de sono.
Mesmo que de tarde eu tenha mil afazeres domésticos chatos pra fazer e que não dê tempo de ficar papeando no msn e nem ouvindo minhas músicas prediletas.
Mesmo que eu jante tarde demais e a novela já tenha terminado e que eu tenha que dormir com um cobertor a menos passando um pouco de frio durante a noite.

Mesmo que tudo isso e mais aconteça, eu vou continuar feliz..
E é extremamente surreal esse sentimento que anda me rodeando e me fazendo sorrir só de lembrar de algumas coisas bobas, mas é isso que tem acontecido. E mesmo que me digam ou façam qualquer besteira durante o dia, eu sei que de noite antes de dormir meu celular vai tocar e eu vou esquecer de tudo de ruim que pode ter acontecido.
Você me acalma, me dá paz. E eu só quero te devolver tudo isso de melhor que eu tenho sentido nos últimos tempos.

Eu ando apaixonada pela vida, cada dia mais.

Um comentário:

Special Need. disse...

a vida é breve...
e o amor, mais breve ainda!