domingo, 9 de agosto de 2009

play;

A grande verdade é que a vida não nos dá o tempo necessário para encontrar as respostas de todas as nossas perguntas. Ela simplesmente passa, e não, não adianta nada ficarmos parados esperando que as respostas escorreguem entre as gotas da chuva.
A gente erra e jura que nunca mais vai cometer o mesmo erro... Até que erramos de novo, e fazemos a mesma promessa. Mas creio que o maior medo de todos é o medo de que os tropeços, as decepções, as decisões mal tomadas se repitam. E é por medo, só por medo, que muitas vezes deixamos a vida passar, assistindo-a de braços cruzados. Talvez também seja por medo que inúmeras vezes deixamos grandes oportunidades passarem por nossos olhos.
Quem sabe tudo fosse mais fácil se pudessemos analisar a vida como em um filme, com funções play, pause, repeat, pra frente, pra trás, etc... E uma grande edição, com trilha sonora e efeitos especiais.


Multiplicar os momentos felizes, deletar os tristes, avançar aqueles de medo, voltar aqueles mal resolvidos, reorganizar tudo para que caminhe para um final feliz.

5 comentários:

disse...

Gah, gostei muito desse post, juro! Ficou muito bem escrito. :D

Lindo!
Beijos mamis

metal_all_night disse...

''Quem sabe tudo fosse mais fácil se pudessemos analisar a vida como em um filme, com funções play, pause, repeat, pra frente, pra trás, etc... E uma grande edição, com trilha sonora e efeitos especiais.''

O play até q costumamos apertar... :P

hauhauha zuera gaby
post foda!.. conseguiu tocar as entranhas mais sucumbidas do meu sentimento XD

Anônimo disse...

Para alguns momentos poderia, sim, existir um botão de pause ou um pular capítulo...facilitaria muitíssimas coisas em nossas vidas mesmo =]

Paulinha disse...

"Multiplicar os momentos felizes, deletar os tristes, avançar aqueles de medo, voltar aqueles mal resolvidos, reorganizar tudo para que caminhe para um final feliz".

sem mais...

Enzo Sunahara disse...

mas é porque a gente não pode usar esses botões que a vida é uma experiência única. e assim deve ser sentida... =)

voltei ao otimismo, viu só?

Beijoks!