segunda-feira, 14 de setembro de 2009

o mar;

Logo eu que costumava ter medo da imensidão do oceano, que tremia ao imaginar as grandes embarcações se aproximando, logo eu.. Estou aqui a começar minha viagem sobre as águas desse mar gigante.
Minhas pernas ainda tremem, meu coração está deveras acelerado, mas coragem não me falta mais. Mamãe me ensinou que só se vence um grande monstro encarando-o, e hoje estou aqui para isso!
Minha bagagem pesa menos do que imaginava, trago comigo algumas vivências.. Muitos momentos bons, alguns difíceis, mas sem dúvidas: muitos, muitos sonhos.
Será difícil viver sem algumas pessoas, mas com o passar do tempo aprendi que amigo que é amigo, a gente leva no coração.. Não há distância suficiente, não há tempo que separe.. E os meus amigos, ah.. Estes já estão bem guardados aqui! Não direi que cultivo carinho e confiança por poucas pessoas, sempre fui de muitos amigos, sempre me doei bastante. Mas me dêem licença: partirei só!
Daqui em diante a única pessoa que poderá me ajudar sou eu. O que procurava já encontrei, e não foi em você, e nem em você, muito menos naquele lá.. Encontrei tudo dentro do meu coração, dentro da alma, dentro do meu travesseiro.
A vida não se constrói sozinha e nem de uma hora para outra, não seria possível. E estou aqui montando degrau por degrau desta escada que me levará ao céu, as nuvens, aos sonhos. A construção será demorada, longa e muitas vezes complicada.. Mas com persistência e acreditando chegarei lá!
Vou jogar a âncora em terra firme, onde não existam chances de desabamento, recomeçar, crescer. Evoluir!

Um abraço pra quem fica e um "boa sorte".
Mandarei notícias!

2 comentários:

Enzo Sunahara disse...

Mande notícias sim!

A gente fica esperando por você... =)

Beijos

- juliano disse...

você ainda há de achar um porto seguro para ancorar e aproveitar o pôr do sol!

;***'s